Em época de férias escolares, como dezembro e janeiro, aumenta a incidência de furtos a residências. Além disso, em casas vazias podem ocorrer acidentes e não haver ninguém para evitá-los ou contê-los. Tomar medidas de segurança residencial antes de viajar é crucial.  

O que não se recomenda é deixar a casa trancada sem que ninguém tenha acesso a ela. Em caso de vazamento ou qualquer outro incidente, o condomínio vai precisar entrar para tomar as providências necessárias. A pessoa de sua confiança deve ter livre acesso ao prédio, não só para regar as plantas e alimentar os animais de estimação, mas para guardar as correspondências, que podem colocar informações e documentos nas mãos de mal-intencionados.

FAÇA A SUA PARTE

Antes de viajar

– Tranque portas, janelas e portões.
– Peça a um vizinho ou familiar que recolha sua correspondência.
– Não deixe visíveis ferramentas, escadas ou objetos que possam facilitar a entrada de estranhos.
– Não coloque cadeados do lado de fora do portão.
– Não deixe sua residência com aparência de vazia.
– Não feche completamente cortinas e persianas.
– Não deixe luzes acesas.
– Peça sigilo ao zelador do prédio sobre sua viagem.
– Faça um exame cuidadoso do aspecto físico do seu imóvel e procure melhorar a segurança dos pontos que podem ser vulneráveis.
– Procure formar uma rede de vigilância comunitária para que haja observação mútua de residências.
– Se necessário, providencie um técnico para reparar suas instalações de gás e elétricas.
– Verifique se os registros de água e gás estão fechados e se os cinzeiros, lareiras e churrasqueiras estão limpos.

 

Na volta

– Antes de entrar em casa, procure perceber se há algum cheiro estranho, principalmente de gás. Em caso positivo, não ligue as chaves de energia ou interruptores. Abra todas as portas e janelas para ventilar. Procure descobrir e vedar o vazamento. Em caso de dúvida, acione o Corpo de Bombeiros (193).
– Se perceber barulhos estranhos, ligue para o 190.

 

Quem não viaja

– Acione a polícia se perceber luzes acesas ou barulho em casa de vizinhos que estejam viajando.

– Fique atento a carros particulares ou qualquer outro veículo pegando mercadorias em residências.

– Desconfie de pessoas agindo de maneira nervosa e carregando objetos sem os cuidados necessários.

– Se avistar pessoas suspeitas anotando as placas dos veículos estacionados, acione a PM.

– Fique também de olho em transeuntes carregando grandes embrulhos ou parados perto de residências por muito tempo.

 

Fonte: Polícia Militar de Minas Gerais